SINPRO X SAAESP – Reajuste Salarial Ano Base 2021

Escrito por em 19 de abril de 2021 Categorias:

As negociações referentes à Campanha Salarial 2021 da Educação Básica continuam indefinidas.

A inflação entre março/2020 e fevereiro/2021 foi de 6,29%. O percentual considera a média de dois indicadores: o INPC-Ibge e o IPC-Fipe, critério historicamente usado no cálculo da inflação para as negociações salariais dos professores e auxiliares.

A média incluía também o ICV-Dieese, índice que deixou de ser divulgado em março de 2020, por conta da suspensão da coleta de preços por causa da pandemia. Além da manutenção das cláusulas sociais, os sindicatos defenderam reajuste que reponha o poder de compra e participação nos lucros e resultados.

Abaixo seguem as principais reivindicações e propostas que estão sendo discutidas de acordo com cada sindicato.

SINPRO/SAAESP  – Proposta

Reajuste

  • Reajuste de 6,29% em 2021= pagos em duas parcelas – março e agosto
  • Reajuste em 2022 = Reajuste integral assegurando a reposição inflacionária de uma única vez, em março. 

Participação nos Lucros

A reivindicação é o pagamento de Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) de 15 % em 2021 e 2022.

Como nos anos anteriores, a proposta quer o pagamento até 15 de outubro de cada ano. 

 SIEESP – Proposta 

A proposta PATRONAL é:

  • Repor a inflação nos dois anos;
  • Mas em 03 parcelas (março de 2021) e 02 parcelas (março de 2022).
  • A participação nos lucros também seria dividida em 02 parcelas nos dois anos.
  • Aceitam discutir a PLR “em índice razoável”

Querem também que a Convenção com as cláusulas negociadas até 2018, e que desconsideram os avanços julgados pelo Tribunal, entre eles, pagamento incondicional de janelas e hora tecnológica.

Orientação EMIS

Cabe salientar que ainda não foi divulgado qual será a proposta de reajuste de salário.

Diante da situação apresentada, o entendimento é de que a empresa não conceda qualquer tipo de antecipação salarial.

Caso queira repassar a inflação esta é uma decisão que cabe a empresa, onde poderá fazer o reajuste referente à inflação que foi de 6,29%.

Se a empresa decidir fazer a antecipação à solicitação deverá ser informada na folha de pagamento e informar também a partir de qual mês o reajuste deverá ser aplicado, lembrando que a data base da categoria é sempre o mês de março.

Comentários estão fechados.